sexta-feira, 11 de julho de 2014

Sobre a minha careca.

Algumas pessoas já me perguntaram porque eu raspei a cabeça. Engraçado que ninguém pergunta isso para homem que faz o mesmo, né? Ah, tinha esquecido: as escolhas dos homens nunca são questionadas.

Eu tive cabelo comprido (ia até abaixo da bunda) até meus 16 anos. Minha família era crente e cortar o cabelo era pecado. Eu odiava meu cabelo comprido. Sofria bullying na escola.

Assim que eu pude cortei meu cabelo. A sensação foi ótima. Quando minha mãe me viu chorou de tristeza.

Anos depois conheci o feminismo. Hoje em dia cortar meu cabelo, pintar de cores diferentes e raspar é uma forma de me sentir dona de mim, do meu corpo e das minhas vontades. "Ah, mas os homens gostam de mulheres com cabelos compridos!". Homens, apenas calem a boca e morram.

Raspar meu cabelo significa: eu sou minha, foda-se o patriarcado e foda-se religião.

E tô linda pra caraleo. Me amando demais.
Beijo no ombro.


sábado, 5 de julho de 2014

Por que o feminismo é necessário?

Hoje uma mulher que foi minha vizinha por muito tempo faria aniversário. Fui professora do filho dela e ela foi amiga da minha irmã na adolescência. Ela morreu tem alguns anos já. Depois que teve filho ela engordou um pouco e depois que a criança nasceu, ela começou a fazer dietas e exercícios e em algum momento isso se transformou em anorexia. Ela ficou um tempo internada.
Nunca vou esquecer do dia em que ela saiu do hospital e foi correndo para a creche buscar o filho e matar a saudade. Ela era do meu tamanho (1,60) e estava com bem menos de 30 kg. Todos ficaram felizes em ver que ela estava melhor, mas o choque em ver ela tão magra foi grande. Logo ela foi internada de novo, a imunidade estava baixa e acabou morrendo. Foi muito triste, não tinha nem 30 anos.
Aí vejo as pessoas torcerem o nariz pro feminismo, dizendo que já temos igualdade, que as mulheres já podem trabalhar e votar. Mas eu vejo as mulheres infelizes com seus corpos, somos bombardeadas de todas as formas com padrões de beleza inalcançáveis. A sociedade machista não quer que emagreçamos, nunca seremos magras o suficiente. O patriarcado quer que as mulheres definhem e desapareçam.
E não é só o padrão de beleza que nos violenta e mata, todos os dias muitas mulheres são estupradas e um outro tanto assassinadas.  Ano passado foram 50.617 estupros no Brasil, segundo dados do IBGE e Sinesp. Um relatório de 2012 da Secretaria de políticas públicas para as mulheres informa que a cada 12 segundos uma mulher é espancada no Brasil e a cada 2 horas, uma mulher é assassinada. Todas vítimas de seus parceiros, ex-parceiros ou homens muito próximos. Todos esses relatórios afirmam que o número real é bem maior pois muitos casos não são reportados.
É por isso tudo que o feminismo é muito necessário sim, é preciso desconstruir urgentemente a ideia de que mulheres são objetos a serem possuídos por homens. O feminismo é necessário porque queremos viver sem medo, usufruindo dos mesmo direitos que os homens tem desde sempre.

Link-Me


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails