sábado, 22 de março de 2014

Violência contra a mulher, não é a vida que a gente quer!

Essa semana foi trevas para nós mulheres.
1. Cláudia da Silva, negra e pobre, mãe de 4 filhos foi baleada pela PM e arrastada por policiais militares em sua viatura, que estavam """socorrendo""" ela. Eles colocaram ela no porta-malas do carro para levarem ela ao hospital (???). Os assassinos já estão em liberdade. - Domingo.


2.. Menina de 11 anos foi estuprada pelo cunhado em Itajaí (SC). Ele tinha ficado responsável de levar ela pra escola, mas levou-a pra um matagal, ameaçou ela com uma faca e a estuprou. O estuprador está preso. - Segunda-feira.

3. Uma mulher de 30 anos foi estuprada no metrô. O estuprador confessou o crime e disse que "Infelizmente foi um fato que aconteceu. Estava muito apertado no trem e eu não aguentei." Como se estuprar fosse uma necessidade fisiológica igual urinar ou defecar.

4. Um casal de adolescentes foi filmado por terceiros enquanto faziam sexo na biblioteca de uma universidade em Blumenau (SC). Só a menina foi zoada, insultada e humilhada. Não sei quais foram as medidas tomadas pela universidade, mas ficaremos em cima até que tomem posicionamentos no sentido de proteger e amparar mulheres que sofrem violência. Disciplina sobre gênero em todos os cursos de graduação já!

5. Uma mulher foi estuprada e espancada com a filha de 2 anos (que estava inconsciente quando encontrada) nos braços, em Lages (SC). A mulher está em coma e a criança está no hospital infantil. - Quinta-feira.

6. Duas meninas de 13 e 14 anos foram estupradas em Balneário Camburiu (SC) na quinta-feira também. O estuprador não foi encontrado.

7. Mulher de 19 anos andava pela rua e foi arrastada por um homem para o matagal e estuprada. O estuprador foi preso mas já está liberado, vai responder em liberdade. Blumenau (SC). - Quinta-feira.

8. Uma menina de 16 anos está grávida e desesperada. Nenhum dos conhecidos a acolheu ou amparou. Ela precisa de um aborto. Aborto legal e gratuito já!


9. Hoje acontecerá em várias cidades a marcha da família com deus pela liberdade, que pede intervenção militar. Qualquer coincidência com a marcha de mesmo nome que ocorreu em 1964 e nos deu a horrorosa ditadura militar. Fico aqui pensando se as pessoas que irão participar da marcha irão lembrar dessas mulheres e de outras tantas que são estupradas, violentadas e assassinadas todos os dias.


Tá foda, tá triste e parece que só piora. Onde estão as políticas públicas para as mulheres?

2 comentários:

  1. E não é só nesta área Katy. Na verdade não sei se era melhor na ditadura, quando eles faziam tudo e o povo não ficava sabendo de nada, ou se é melhor agora, quando eles fazem de tudo e nós ficamos sabendo de tudo.
    Ta tudo uma droga. O triste de tudo é que no fundo, no fundo, nós, povo, somos os culpados por esta baderna geral no Executivo, Legislativo e Judiciário.
    Salve-se quem puder!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Levando tudo que leio sobre a ditadura, tenho certeza de que não era melhor, não viu?!
      Mas não falo d"eles". Violência contra a mulher é algo que pessoas bem comuns fazem aos montes todos os dias.
      Precisamos conversar e educar as pessoas para que respeitem. É necessário e urgente acabar com o machismo que estrutura a nossa sociedade. E não dá pra fazer isso sozinha(o).

      Excluir

Um pouco de você... "se abra", se entregue...sou toda ouvidos e olhos, a seu dispor!

Link-Me


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails