sábado, 7 de setembro de 2013

Meus bebês.

Eu não tenho filhos humanos, mas sempre tive gatos e hoje quero falar dessas três fofurinhas que moram comigo e me fazem tão feliz. Vez ou outra eu invento um apelido geral para os três e também um para cada um. Atualmente eles são "my little pony".


Vou começar falando do Jack. O nome dele faz referência aos Jacks dos filmes que já vi: Titanic, Piratas do Caribe e também um que não vi: Jack Estripador. Atualmente eu chamo o Jack de meu danado. Ele é o mais espuleta e parceiro. Também é muito carente e ciumento, se estou com um dos outros dois no colo, ele vem e deita em cima. Sempre! Outro dia meu sobrinho de 2 anos estava no meu colo e o Jack rosnou pra ele e saiu correndo, indignado!
Geralmente ele me acorda mordendo meus pés, coisa que eu não gosto nem um pouco. Gosto de brincar de "lutinha" com ele e é por isso que estou com marcas de arranhões nos braços e pernas. Gosta de escalar a cortina e também adora catnip.
Jack bebê e atualmente.

O Mr. Pink é um fofo, literalmente. Ele e o Jack são irmãos da mesma ninhada. Eu ganhei eles da minha tia Márcia. O Mr. Pink é o mais peludo dos três. O nome faz referência ao personagem com mesmo nome do filme Reservoir Dogs do Tarantino.  E sim, o Mr. Pink tem um jeito meio púrpura ou arco-íris de ser (e eu adoro!). Tenho chamado ele de meu fofolete. Raramente ele aceita colo ou carinho, mas de noite quando vou dormir, ele sempre amassa pãozinho em mim. É o que mais reclama quando a areia está muito suja e se eu demoro pra limpar, ele faz suas necessidades no sofá. É o mais arisco dos três, quando alguém entra aqui em casa, ele se esconde embaixo da cama até a pessoa ir embora. É calmo, tranquilo e sereno. Não dá bola pra catnip.
Mr Pink sempre fofo e lindo.

A Pipoca é a caçula da casa, tem em torno de 6 meses ( o Jack e o Mr. Pink são uns 2 meses mais velhos) e veio pra cá um mês após eu ter adotado os outros dois. Meu sobrinho Bruno (11 anos) encontrou ela na rua, chorando ao lado da mãe morta. Ela era tão pequeninha, chegou aqui assustada, com fome e carente de carinho. Sempre foi muito carinhosa: ela me dá chero no pescoço e mordidinha no queixo (eu amo!). Escolhi esse nome porque na época que ela chegou, eu estava com a música Pipoca da Palavra Cantada na cabeça. Ela gosta de colo, chamego e é a mais dorminhoca; passa a maior parte do tempo dormindo na minha cama, principalmente se está frio. Também gosta de se esconder atrás das cortinas e de ficar olhando pra fora. Chamo ela de minha pizinha ou bebezuda magrela.
Pipoca fazendo pipoquice.

Essas três criaturinhas são a minha família e eu amo eles e ela demais!









Um comentário:

  1. Uma Gata a cuidar de gatos.
    A como queria ser um gatinho...
    Miau, miau, miau............

    Beijo

    ResponderExcluir

Um pouco de você... "se abra", se entregue...sou toda ouvidos e olhos, a seu dispor!

Link-Me


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails