terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Na verdade continuo sob a mesma condição:
distraindo a verdade e enganando o coração!

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Sozinha...


E eu com medo de ficar sozinha....
quando percebi que já estou sozinha há tempos....

domingo, 17 de janeiro de 2010

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

O desejo...

Me consome,
me invade,
me enlouquece,
me submete...

O desejo toma conta de mim...

E tudo que eu quero é te ter....
Aqui, agora....comigo....
Só nós dois...
Vem?


By me.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Felicidade...

Ela veio bater à minha porta
e falou-me, a sorrir, subindo a escada:
"Bom dia, árvore velha e desfolhada!"
E eu respondi: "Bom dia, folha morta!"

Entrou: e nunca mais me disse nada...
Até que um dia (quando, pouco importa!)
houve canções na ramaria torta
e houve bandos de noivos pela estrada...

Então, chamou-me e disse: "Vou-me embora!
Sou a Felicidade! Vive agora
da lembrança do muito que te fiz!"

E foi assim que, em plena primavera,
só quando ela partiu, contou quem era...
E nunca mais eu me senti feliz!



Autor: Guilherme de Andrade e Almeida (Campinas SP 1890-1969)
Poema lindo, que conheço a muito tempo...nunca mais esqueci....

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Pérolas da assistência técnica...

PODE PARECER PIADA, MAS VÁRIOS TÉCNICOS AFIRMAM QUE JÁ ACONTECEU COM ELES .....

USUÁRIO: 'Não consigo imprimir. Cada vez que tento, o computador diz: 'Não é possível encontrar a impressora'.Já levantei a impressora e coloquei-a em frente ao monitor para ele ver, mas o computador continua dizendo que não consegue encontrá-la.
----------

sábado, 9 de janeiro de 2010

A tristeza chega sem avisar....

Ela guardava a certeza do sonho...
De algo melhor...
De uma vida diferente...
...
 
Ela imaginava que chegaria logo....
Mas descobriu que este dia demoraria a chegar....

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Era um sonho dantesco...



"Neste poema, 'O Navio Negreiro' o poeta evocava os sofrimentos dos negros na travessia da África para o Brasil. Sabe-se que eles vinham amontoados no porão e só subiam ao convés uma vez ao dia para o exercício higiênico, a dança forçada sob o chicote dos capatazes." (Fonte)
* Este poema eu declamei em uma aula de história, na 8ª série. Não declamei ele todo, fiz uma sinopse....(o original é beem longo).

domingo, 3 de janeiro de 2010

Fale, grite, sussurre, cante, dance!!!!


"Abra suas asas, solte suas feras". (Lulu Santos).
"Canto a liberdade da voz que vem da alma, alma e liberdade que há na música"! (César Jihad).

Ótimo início de ano e de mês para você!!!
Beijinhos.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Poesia Matemática

Às folhas tantas ..
Do livro matemático..
Um Quociente apaixonou-se...Um dia..
Doidamente por uma Incógnita.
Olhou-a com seu olhar inumerável
E viu-a, do Ápice à Base, uma Figura Ímpar; olhos rombóides, boca trapezóide, corpo otogonal, seios esferóides.

Link-Me


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails