quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Receita de ano novo

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido).

Para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;

Novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior);
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha...

Você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens.
Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.

Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem.

E seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo.

 Eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.

É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre!

(Carlos Drummond de Andrade).


Feliz ano novo!

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Noites de um verão qualquer...

[...]
Noites de um verão qualquer
Deixa que ela entenda o traço.
Que invente a fuga por nós dois
Que sou seus pés, eu sou também seus braços.

Noites de um verão qualquer
Dentro da febre desse abraço.
Satélite voltou do céu
Eu sou o resto, sou também o aço.

Noites de um verão qualquer
Sob sua pele encontrei abrigo.
Pra gente se devorar
Na órbita do seu umbigo.

Seguem infinitos metros
Pra perto desse abraço.
Eu tento respirar
Desdar o nó que aperta esse laço.
Skank.
 
...Música muito linda...amei!
Saudade de vocês...logo estarei de volta, mais presente...

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Não é racional...


"a separação depende de motivos. a reconciliação é muito melhor, não precisa deles. o amor não dá a última chance. o amor dá chance sempre."
Fabrício Carpinejar

  A frase acima lí no blog Degusta.  Preciso dizer que concordo totalmente? rsrs...
 Eu tenho essa eterna mania de tentar racionalizar tudo....explicar cada detalhe...e faço isso (ou pelo menos tento) com as emoções também...
  Grande engano...acabo percebendo que o que se sente é inexplicável e mesmo achando que não amo mais (porque tenho todos os motivos para fazê-lo), basta um tempo longe para ver que ainda amo e muito!
  E acabo concluindo o que muita gente já sabe:
"...amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo."
Carlos Drummond

  Não se explica, não se justifica...apenas se sente....
  Ah, e como é bom sentir....

sábado, 21 de agosto de 2010

Se eu contar, vocês não vão acreditar....

Mas como eu sei que vão ficar curiosos, vou contar mesmo assim....
Então.....eu e o ex, voltamos....
  Foi bem assim: eu estava em um momento de "profunda reflexão" e carência afetiva....cansada de festar e sair cada final de semana com um cara diferente....querendo um amor e tal....
  Lembrei dele....chamei-o para conversar, com décimas segundas intenções....fui bem linda, cheirosa e tal....conversamos, pedimos desculpas por algumas coisas bem erradas que tinhamos feito.....
  Ele perguntou o que eu queria.....eu disse que queria tê-lo por perto......ficamos e foi muito bom....
  E de repente eu percebi.....que não queria um novo amor, que tinha alguém que estava comigo porque gostava de mim e não simplesmente pelo sexo. Que é carinhoso, querido e tal...Com todos os seus defeitos também, claro.
  E dessa forma, senti saudade dele no outro dia e tudo que eu queria era vê-lo de novo......conversamos e definimos algumas coisas......
  O que posso dizer é que o processo de divórcio continua, não voltaremos a morar juntos...Não fizemos nenhuma exigência. Eu mesma, nem fidelidade quero. Como já disse, prefiro a cumplicidade...Vamos ficar, sair, nos divertir....e ver no que dá....
  Enfim, isso tudo significa que no momento tenho uma pessoa que gosto muito e que gosta muito de mim também.....É o que me basta e o que me faz ainda mais feliz.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Procura-se...


"Eu procuro um amor
Que ainda não encontrei
Diferente de todos que amei...

...

E as feridas dessa vida
Eu quero esquecer"...

(Frejat).




Ah....e como eu quero....um novo amor...
Um novo brilho nos olhos....ir conhecendo aos poucos....
...se surpreendendo...

Quero um amor, preciso de um amor!!!

sábado, 14 de agosto de 2010

A vida tem mais encruzilhadas do que estradas!


 Eu sempre achei que a vida fosse uma estrada, porque temos que escolher um caminho e tal...
E nesses último dias, em meio a tantas reflexões, percebi que na realidade, ela é uma sucessão de escruzilhadas, trevos.....rsrs....
  As estradas existem sim, mas o que mais fazemos o tempo todo é tomar decisões....ou no meu caso, ficar indecisa.....e nunca saber o que escolher....
  Sempre fico na dúvida...e se fosse possível, escolheria todas as opções, porque não gosto de me arrepender depois.
  Interessante é que são essas escolhas que nos definem, mostram quem somos, como é nossa personalidade...
  Enfim, quero dizer que tem vezes que não tenho vontade de decidir nada...o que quero é apenas deitar no meio da estrada e ficar olhando as estrelas....com ou sem companhia, tanto faz!


Ótimo final de semana!

sábado, 7 de agosto de 2010

Sol!


Adoro dia lindo de sol!
Não tem preço...
Entendo porque alguns povos adoravam o sol....ele é maravilhoso mesmo.....

Ótimo final de semana!

domingo, 25 de julho de 2010

REGRAS DE UM RELACIONAMENTO EQUILIBRADO

Um casal recém casado vai viver em sua nova casa.

O homem diz:- Se quer viver comigo as minhas regras são:

1) Segundas e terças-feiras à noite vou tomar café com os amigos;
2) Quartas-feiras à noite cinema com o pessoal;
3) Quintas e sextas à noite cerveja com os colegas;
4) Sábados pescaria com a turma, retornando domingo pela manhã;
5) E aos domingos deito cedo para descansar.
Se quer... Quer... Se não quer... Azar!

Então a mulher responde:
- Pra mim só existe uma regra:

Aqui em Casa tem sexo todas as noites.
Quem está, está....Quem não está... Azar!!!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

A vida é como uma viagem de trem


 Dia desses, li um livro que comparava a vida a uma viagem de trem.


  A nossa vida é como uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, de pequenos acidentes pelo caminho, de surpresas agradáveis com alguns embarques e de tristezas com os desembarques.


  Quando nascemos, ao embarcarmos nesse trem, encontramos duas pessoas que, acreditamos que farão conosco a viagem até o fim: nossos pais. Não é verdade. Infelizmente, em alguma estação, eles desembarcam, deixando-nos órfãos de seus carinho, proteção, amor e afeto.


  Mas isso não impede que, durante a viagem, embarquem pessoas interessantes que virão ser especiais para nós: nossos irmãos, amigos e amores.


  Muitas pessoas tomam esse trem a passeio. Outras fazem a viagem experimentando somente tristezas. E no trem há, também, outras que passam de vagão em vagão, prontas para ajudar quem precisa.


  Muitos descem e deixam saudades eternas. Outros tantos viajam no trem de tal forma que, quando desocupam seus assentos, ninguém sequer percebe.


  Curioso é considerar que alguns passageiros que nos são tão caros acomodam-se em vagões diferentes do nosso. Isso nos obriga a fazer essa viagem separados deles. Mas isso não nos impede de, com grande dificuldade, atravessarmos nosso vagão e chegarmos até eles. O difícil é aceitarmos que não podemos sentar ao seu lado, pois outra pessoa estará ocupando esse lugar.


  Essa viagem é assim: cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, embarques e desembarques. Sabemos que esse trem jamais volta.


  Façamos essa viagem da melhor maneira possível, tentando manter um bom relacionamento com todos, procurando em cada um o que tem de melhor, lembrando sempre que, em algum momento do trajeto poderão fraquejar, e, provavelmente, precisaremos entender isso. Nós mesmos fraquejamos algumas vezes. E, certamente, alguém nos entenderá.


  O grande mistério é que não sabemos em qual parada desceremos. E fico pensando: quando eu descer desse trem sentirei saudades? Sim.


  Deixar meus filhos viajando sozinhos será muito triste. Separar-me dos amigos que nele fiz, do amor da minha vida, será para mim dolorido.


  Mas me agarro na esperança de que, em algum momento, estarei na estação principal, e terei a emoção de vê-los chegar com sua bagagem, que não tinham quando embarcaram.


  E o que me deixará feliz é saber que, de alguma forma, eu colaborei para que essa bagagem tenha crescido e se tornado valiosa.


  Agora, nesse momento, o trem diminui sua velocidade para que embarquem e desembarquem pessoas. Minha expectativa aumenta, à medida que o trem vai diminuindo sua velocidade.


  Quem entrará? Quem sairá? Eu gostaria que você pensasse no desembarque do trem, não só como a representação da morte, mas, também, como o término de uma história, de algo que duas ou mais pessoas construíram e que, por um motivo ínfimo, deixaram desmoronar ou que simplesmente chegou ao fim.


  Fico feliz em perceber que certas pessoas como nós, têm a capacidade de reconstruir para recomeçar. Isso é sinal de garra e de luta, é saber viver, é tirar o melhor de todos os passageiros.


  Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, o vagão é o mesmo.


(Autor Desconhecido)
 
   Essa mensagem já conheço a algum tempo e sempre a achei muito linda...acredito mesmo que esta analogia da viagem, define muito bem o que é a vida...e como estou em um momento de me distanciar (não por vontade, mas por outras circunstâncias) de duas pessoas que gosto muito, lembrei dela....Só posso desejar que elas sejam muito felizes no vagão em que vão embaracar e que tenham a certeza que vão deixar saudades!

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Rapidinha...

- Olha, quando entrar, vai doer um pouquinho, ok?
- Tá!
...
- Tá doendo?
- Sim!
- Talvez você sinta uma ardência ou coisa parecida, me avise, tudo bem?
- ok!
...
- Moço! Tá ardendo!
- E agora?
- Continua ardendo....
- Então vamos tentar o outro braço....

Essa vida de ter veias invisíveis e finas é triste.....muito triste!!!

domingo, 18 de julho de 2010

Até encontrar; um caminho, um lugar..pro que eu sou!


"Eu não quero mais mentir.
Usar espinhos que só causam dor.
Eu não enxergo mais o inferno que me atraiu.
Dos cegos do castelo me despeço e vou.
A pé até encontrar.
Um caminho, o lugar.
Pro que eu sou!
...
E se você puder me olhar.
E se você quiser me achar.
E se você trouxer o seu lar.
Eu vou cuidar, eu cuidarei dele.
Eu vou cuidar.
Do seu jardim.
Eu vou cuidar, eu cuidarei muito bem dele.
Eu vou cuidar.
Eu cuidarei do seu jantar.
Do céu e do mar, e de você e de mim."
(Nando Reis.)


P.S.: adoro essa música...ela tem tudo a ver com o que sinto, vivo e quero para a minha vida...

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Meu níver!

Estou de aniversário....e é o segundo aqui com vocês.....
E hoje está um lindo dia de sol, o que me deixa ainda mais feliz.....
Fiquei sabendo que Cazuza morreu há exatos 20 anos atrás, bem no dia 07/07 e não gostei....porque gosto dele pra caramba!
Eu estou de férias e então quero um dia bem tranquilo.....a noite sairei para comemorar com a minha família que amo.....

  Bem, 23 anos!
O que posso dizer?
 Tenho uma família maravilhosa, que eu amo.....dois gatos lindos que eu adoro...dois empregos em que me divirto muito (as vezes me estresso também!)....
  Alguns amigos maravilhosos....colegas que me fazem rir...3 blogs onde expresso tudo o que quero...amigos blogueiros com quem aprendo muito.....outras pessoas que converso e que mesmo sem conhecer, temos afinidade de idéias....
 Cursando o final do 3º semestre de Pedagogia.....muitos sonhos...aliás, sonhar é o que sei fazer de melhor....


Quais são esses sonhos?

Hmmm....terminar a faculdade e a pós (que começo ano que vem..para terminar tudo junto), ir morar em Curitiba (ou POA?), fazer Mestrado lá....

Contribuir (trabalhando) para uma educação melhor e para a valorização dos professores e da construção do saber (no lugar da simples transmissão do conhecimento)....para a formação de cidadãos realmente críticos, pensantes, leitores, éticos, responsáveis....até ver alguma mudança significativa....ou desistir de lutar, partindo para outra área! rsrsrs.....

Ser muito feliz....esse é um sonho-realidade....porque eu sou muito feliz sempre.....e quando acontecem algumas coisas boas, fico ainda mais feliz....

Viver um amor....de corpo e alma, sem fidelidade, com cumplicidade....algo novo e único, sem padrões, sem imposições.....enfim, diferente de tudo que já vivi!

Viver e viver......tudo que eu tenho direito....sentir adrenalina.....chorar de tanto rir, gargalhar, voar.....viajar...me alegrar com coisas simples: sorriso de uma criança, uma flor, um dia de sol....aprender a lidar com o que hoje eu "rotulo" como "emoções negativas", e aceitá-las como naturais, comuns, apenas emoções....

Heheh...criar um labrador e um gato juntos, desde bebês....

É isso.....beijo grande em vocês!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Um sorriso...

Não custa nada e rende muito...
Enriquece quem recebe, sem empobrecer quem dá...

Dura somente um instante, mas
seus efeitos duram para
sempre...

Ninguém é tão rico que dele
não precise...

E ninguém é tão pobre que
não o possa dar a todos...

Leva a felicidade a todos e
a toda parte...

É o símbolo da amizade e da
boa vontade...

É o alento para os desanimados, repouso para os cansados, raio
de sol para os tristes, ressurreição para os desesperados...

Não se compra, não se empresta...

Nenhuma moeda do mundo
pode pagar o seu valor...

E não há ninguém no mundo que
precise tanto de um sorriso,
como aquele que não sabe
mais sorrir...

Uma ótima semana para você, com muitos sorrisos e alegrias!!!

domingo, 27 de junho de 2010

Adoro Copa!

...já cantava o Samuel Rosa.....rsrs....e eu concordo totalmente!



Quero um português desse para mim, onde compro?

Até pensei em falar em outra coisa....mas ultimamente só se fala/vive isso...

domingo, 20 de junho de 2010

Desafios da vida...

 
   Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma de nosso corpo..e esquecer os nossos velhos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares.



   É o tempo da travessia e se não ousarmos fazê-la, ficaremos sempre à margem de nós mesmos.

(Fernando Pessoa)

sábado, 19 de junho de 2010

Eu encantada querendo parecer desencanada.....

.....Fiquei com um cara loiro, lindo, querido, inteligente e gostoso.....na balada...no final ele pergunta (no meu ouvido): para onde você vai agora? Eu: pra casa, dormir, descansar, que a noite eu trabalho, e vc? Ele: ah...também, né....(com aquela cara de desapontamento).
Eu:...(sorrisinho safado) ah, não ser que você tenha idéia melhor.....Ele: (risadinha) tenho muitas idéias....
E assim me convidou para dar uma volta....e fomos....conversamos muito, transamos....E eu fiquei bem deslumbrada.....rsrs....pensa num cara perfeito: gostoso, inteligente, carinhoso e querido!
Mas quando fico assim deslumbrada, penso: vai com calma.....aí quis dar uma de desencanada....
Ele veio me trazer em casa....e quando estávamos quase chegando, ele falava: ah, da próxima vez que a gente se ver....
Pensei: será que ele não vai perdir meu telefone? eu é que não vou pedir....quem tem que pedir é ele....
Nos despedimos com um beijo delicioso.....eu não pedi o telefone e me senti muito bem com isso....logo depois comecei a me arrepender.....e no dia seguinte eu já estava me odiando e me xingando......
Fui muito idiota, eu sei....e agora, eu quero vê-lo, mas como? não acho orkut, não sei sobrenome.....nem nada que ajude a localizá-lo...Como algumas pessoas disseram: se for pra ser, vai ser.....
Acho bem difícil....apesar de ele saber onde eu trabalho.....queria conhecê-lo melhor.....
....enfim, se acontecer, será muito bom.....se não acontecer, tudo bem, vou ter que desencanar mesmo.....rsrs...
Uma coisa eu tenho certeza: nunca mais vou deixar de falar algo que quero/penso....

E eu fiquei a ver navios......rsrsrs....



Ah, só mais uma coisa......
Ganhei um selinho lindo da minha amiga Josy, do blog Banana com Farinha....adorei, obrigada Josy!

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Kaká já era....

Sei que eu não entendo quase nada de futebol, mas quero dar uns pitacos...rsrs...bom que a seleção brasileira ganhou....mas que jogaram pouco, isso foi....E o Kaká? nem nada....totalmente sem fazer nada....fiquei lembrando da última copa, pelo que eu lembro, ele tinha jogado bem.....parece que a vida "útil" dos jogadores é bem curta....credo!
Palmas para a agilidade / rapidez dos jogadores da Coréia do Norte....impressão minha, ou quando eles estavam com a bola praticamente voavam pelo campo? rsrs.....

Ah, o Kaká....agora acho que é só mais um bonitinho....(adoro!)

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Só ela....


"Porque eu preciso dela....sou dela....sem ela não sou....."
 Nando Reis.


(Música que está na minha cabeça....vivo cantarolando....Quer ver o vídeo? Tem aqui ó! )

domingo, 6 de junho de 2010

Delicinha....

...o beijo entre Megan Fox e Amanda Seyfried...

Para ver o vídeo desta cena, clique aqui: http://www.youtube.com/watch?v=BYr5LayQaqs
A cena é do filme Garota Infernal, que estou assistindo....a história é meio fraquinha, mas tem uns momentos "meio quentes"....então estou gostando....

Ótima semana!

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Preciso confessar...

  Preciso  "confessar" uma coisa... E como sou direta, vou logo ao assunto: descobri que sou superficial e egoísta.
  O porquê de eu ser assim? Aí perguntou demais...Mas vou tentar explicar...
  Ao mesmo tempo em que aprecio a segurança da rotina, amo a descoberta, a liberdade, a aventura.
  O que me faz vibrar, o que coloca "um brilho diferente" nos meus olhos, o que me dá um friozinho na barriga... é isso que me fascina....
  Por isso adoro fazer planos, descobertas, conhecer pessoas, me apaixonar...
  Mas quando começa a ficar sério, quando o projeto já está na metade, ou quando a paixão insiste em se transformar em algo mais sério... quando é preciso constância, firmeza...
  Eu paro, sinto dificuldade em continuar. Não é que eu seja irresponsável ou não saiba/queira manter um compromisso/projeto.
  O que acontece é que quando está na metade, já virou rotina, já não causa mais aquele arrepio na pele...e daí para o fim, o caminho é curto. E eu não gosto do fim.
  E nesse meio tempo, já vislumbro novos horizontes/projetos/pessoas....possibilidades!
  Meu foco passa a ser outro...
  E aquilo que anteriormente trazia brilho aos olhos, agora acaba ficando de lado...
  Por isso me acho superficial, apesar de dar tanto valor à essência.
  Como mudo rápido, acabo conhecendo só a superfície, a aparência.
  É por isso também que me acho egoísta, pois acabo considerando só o que eu penso/sinto/quero.
  Não, eu não acho que estou certa. tampouco vou dizer que sou errada, prometendo melhorar...
  Eu sou o que sou e nisso se incluem muitas características...que eu não gosto de classificar como boas ou más. Apenas digo que sou assim e que me aceito como sou.
  Sei as consequências e os benefícios em ser assim...
  Talvez algum dia eu mude, não sei... sei que por enquanto este não é o meu objetivo... Só peço que você me aceite, porque eu respeito quem você é!

sábado, 29 de maio de 2010

Dicionário do Catarinense

Foto da Ponte de Ferro, Blumenau.

Para quem pensa que só paulista, mineiro, baiano, carioca e gaúcho têm dicionário próprio, vem aí o Dicionário Real do Catarinense:

Abobado - Metido a besta

Bobiça - Coisa sem importância

Caxão pro Bili - Expressão que indica que algo deu errado

Coça - Surra

Dá-de-dedo - Tomar satisfação

Demonho- Xingamento (tipo Ô DEMONIO!)

Dérreal - Dez reais

Deu? -O mesmo que ' tá pronto?' ' acabou? '

Dipé - O mesmo que 'a pé' (cheguei a pé)

Éééééégua - Interjeição de espanto (coisa de joinvilense)

Embaciado - Vidro sujo

Esganado - Egoísta

Galega - Loira

Guria - Moça

Inticar - Provocar

Isbordar - transbordar.

Judiaria - Maus tratos

Meti a boca- Falei um monte de palavrões.

Meu Canário - mudança na palavra, para não ficar chulo

Pantâno - pântano....(é, a maioria das pessoas daqui fala (acentuando) o 2º "a"....)

Paranho - Aquelas teias de aranha que ficam no canto das paredes

Pau de virá tripa - Pessoa magrela e alta

Que palha - Que fiasco, que nada a ver

Ranho - Catarro

Reinando - Estar bravo

Se afinou/rachou o bico - riu "exageradamente"...

Tacá-lo pau- Ir bem depressa

Tanço - Pessoa pouco inteligente

Tô apurado - Com vontade de ir ao banheiro

Todavida reto - Siga sempre em frente

Visse? - Entendeu?

Zica - bicicleta


E tem o famoso:
"Queis, queis; não queis diz!".....que equivale a "decida logo o que você quer!"



É isso, galera....compartilhando com vocês um pouco da minha "terrinha"....rsrs...
Beijos no coração.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Sobre mim...

Olá queridos!
Vou na onda da Tempestade e vou contar a vocês 6 coisitas sobre mim...

1. Odeio falsidade e mentiras. Ou seja; valorizo a sinceridade.

2. Amo meus gatos.

3. Acho muito importante ser independente e manter as minhas particularidades.

4. Adoro verão, sol, praia, sorvete, chocolate branco e doritos.

5. Sempre demonstro ser forte, mas no fundo sou insegura...e adoro um colinho....

6. Me sinto um pouco triste por não estar tão presente por aqui e nos blogs de vocês...mas é por uma boa causa...


É isso, galera...
Tenham uma ótima semana!

quinta-feira, 20 de maio de 2010

A vingança do cliente.

Toca o telefone da casa...

- Alô.
- Alô, poderia falar com o responsável pela linha?
- Pois não, pode ser comigo mesmo.
- Quem fala, por favor?
- Edson.
- Sr. Edson, aqui é da Telefônica, estamos ligando para oferecer a promoção da Telefônica uma linha adicional, onde o Sr. tem direito...
- Desculpe interromper, mas quem está falando?
- Aqui é Rosicleide Judite, da Telefônica, e estamos ligando....
- Rosicleide, me desculpe, mas para nossa segurança, gostaria de conferir alguns dados antes de continuar a conversa, pode ser?
- Bem, pode.
- De que telefone você fala? Meu bina não identificou.
- 10331.
- Você trabalha em que área, na Telefônica?
- Telemarketing Pro Ativo.
- Você tem número de matrí­cula na Telefônica?
- Senhor, desculpe, mas não creio que essa informação seja necessária.
- Então terei que desligar, pois não posso ter segurança que falo com uma funcionária da Telefônica. São normas de nossa casa.
- Mas posso garantir...
- Além do mais, sempre sou obrigado a fornecer meus dados a uma legião de atendentes sempre que tento falar com a Telefônica.
- Ok.... Minha matrícula é 34591212.

- Só um momento enquanto verifico.
(Dois minutos depois)
- Só mais um momento.
(Cinco minutos depois)
- Senhor?
- Só mais um momento, por favor, nossos sistemas estão lentos hoje.
- Mas senhor...

- Pronto, Rosicleide, obrigado por ter aguardado. Qual o assunto?
- Aqui é da Telefônica, estamos ligando para oferecer a promoção, onde o Sr. tem direito a uma linha adicional. O senhor está interessado, Sr. Edson?
- Rosicleide, vou ter que transferir você para a minha esposa, porque é ela que decide sobre alteração e aquisição de planos de telefones.
- Por favor, não desligue, pois essa ligação é muito importante para mim.


(coloco o telefone em frente ao aparelho de som, deixo a música Festa no Apê do Latino tocando no Repeat (quem disse que um dia essa droga não iria servir para alguma coisa?), depois de tocar a porcaria toda da música, minha mulher atende:

- Obrigado por ter aguardado... . pode me dizer seu telefone pois meu bina não identificou. .
- 10331.
- Com quem estou falando, por favor?
- Rosicleide
- Rosicleide de que?
- Rosicleide Judite (já demonstrando certa irritação na voz).
- Qual sua identificação na empresa?
- 34591212 (mais irritada agora!)..
- Obrigada pelas suas informações, em que posso ajudá-la?
- Aqui é da Telefônica, estamos ligando para oferecer a promoção, onde a Sra tem direito a uma linha adicional. A senhora está interessada?
- Vou abrir um chamado e em alguns dias entraremos em contato para dar um parecer, pode anotar o protocolo por favor.....alô , alô!

TUTUTUTUTU.. .


- Desligou.... nossa que moça impaciente!

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Eu acredito em fadas!

  Eu conhecia por alto a história de Peter Pan; porém dia desses peguei o dvd e fui ver com meu sobrinho de 8 anos.
  Posso dizer que adorei o filme, pois além de tratar sobre o faz de conta, aborda dois temas interessantes:  deixar de ser criança e acreditar/ter fé.

  Sobre deixar de ser criança, eu penso que não é preciso, pois acredito que sempre vamos ter nosso lado "infantil".
  O que me faz pensar, são aquelas pessoas que não querem amadurecer, assumir responsabilidades...ou ainda, aquelas que se acomodam em uma situação, um lugar ou ainda em um relacionamento.
É como se dissessem: "aqui é perfeito, não me interessa o que se passa lá fora. Porque vou trocar algo que conheço e gosto por algo desconhecido, que pode não ser bom?"
  Aí temos o outro lado do Peter Pan (que fala com seus lindos olhos, brilhando): "viver seria uma aventura incrível!!!"
Sim, ele quer ser criança para sempre...mas gosta de aventuras...e sonha imaginando como seria viver, amar, envelhecer...
  A vida sempre foi um paradoxo...e ainda temos o acreditar...

  Por acreditar em fadas, Peter Pan pode voar, fazer o que quiser...ele vive em um mundo mágico, a Terra do Nunca.
  E aqui eu quero falar sobre o auge do filme (sob o meu ponto de vista)...a parte em que a fada de Peter Pan, Sininho toma o veneno que era para ele...ela cai, sua luz vai se apagando, sua pele vai ficando gelada e desmaia....Ele fica desesperado, chora...de repente começa a falar: "eu acredito em fadas. Acredito, acredito, eu acredito em fadas!"
  E de repente, todas as pessoas do mundo estão repentindo isso...Assim a Sininho sobrevive/ressucita.
  Foi nessa parte do filme que eu "desaguei" de tanto chorar...
  Me fez lembrar de acreditar em sonhos, em pessoas, em mim e principalmente no amor...
  De nunca desistir e sim perseverar, mesmo quando tudo parece perdido, sem vida...

  Enfim, o filme é realmente mágico e me fez pensar...na minha vida, sonhos, "crenças"...
   Recomendo a todos, adultos e crianças, que como eu,
Acreditam em fadas!!!


__________♥♥__________

Sobre o post passado, quero fazer uma observação: eu sou feliz, independente de qualquer situação ou pessoa...quando falo em final feliz, falo pensando nas histórias de amor que existem e que todos esperam finais felizes....Eu sempre digo: que seja infinito enquanto dure.....assim como dizia Vinícius....já a felicidade, essa está dentro de mim....sempre!

domingo, 9 de maio de 2010

Começo, fim, separação....

"Acho que é assim mesmo: no final a gente volta a pensar no começo...."
 Lembro de ter ouvido essa frase em um filme e acho que é verdade...
Alguns meses após a separação e agora dando entrada nos documentos para legalizar a situação, por vezes fico lembrando de como tudo aconteceu...De como eu era há 4 anos atrás e como sou agora...
 ...porque sou praticamente outra pessoa...era uma menina que acreditava em príncipes e agora cresci, amadureci...sou uma mulher...
 Lembrando da relação, propriamente dita...no início era tudo muito lindo, aquele arrepio na pele quando o encontrava...o aperto no peito quando tinha que se despedir...e assim foi...fomos morar junto e tudo era perfeito.....sim, essa era a palavra que eu usava para descrever a nossa relação...Nos casamos.
 Mais tarde fui descobrir que perfeito não existe....
Traição...sim, dele...aquilo doeu demais, mas eu o amava, então disse que o perdoava e assim continuamos juntos....Porém descobri que perdoar não é assim tão fácil...
 Mas cada vez que eu o olhava, lembrava do ocorrido e me perguntava: porquê? E assim o tempo foi passando...e quando brigávamos, eu sempre "cutucava" a ferida...a confiança foi embora e o amor aos poucos também....
 E eu só desejava fazer com que ele sentisse aquela dor que eu sentia...
A relação foi de certa forma esfriando, o respeito e a cumplicidade se perderam...E já não era mais perfeito...
 Conheci uma pessoa....saí com ela....depois outra...
Aí decidi me separar...depois, marcamos de conversar e abrimos o jogo, contamos tudo....em uma semana tínhamos voltado, jurando amor eterno...
 Durou alguns meses...e então percebi que não dava mais....
 Não me sinto culpada e nem o culpo pelo que aconteceu....
Esse relacionamento valeu a pena...porque aprendi muito, amadureci muito....(na verdade muitas coisas eu entendo/concordo só na teoria....rsrs....mas enfim...)
 Aprendi que não se pode confiar cegamente em um pessoa, que sem respeito e confiança não existe amor...e que é melhor ficar sozinho do que estar infeliz ao lado de alguém...
Aprendi que não sou dona de ninguém, que ninguém é perfeito e que nada dura para sempre....


Bem, essa é parte da minha história...e não tem final feliz, porque é so uma parte...muitas coisas virão....
Creio ser este o meu post mais pessoal e sincero....mas queria mesmo compartilhar isso com vocês....porque foi justamente para isso que fiz este blog: escrever o que sinto/ penso...

Um bom domingo!

sábado, 1 de maio de 2010

Diário de um cão.

1ª semana:
- Hoje completei uma semana de vida. Que alegria ter chegado a este mundo!

1º mês:
- Minha mamãe cuida muito bem de mim. É uma mãe exemplar!

2 meses:
- Hoje me separaram de minha mamãe. Ela estava muito inquieta e, com seu olhar, disse-me adeus. Espero que a minha nova "família humana " cuide tão bem de mim como ela o fez.

4 meses:
- Cresci rápido; tudo me chama a atenção. Há várias crianças na casa e para mim são como "irmãozinhos". Somos muito brincalhões, eles me puxam o rabo e eu os mordo de brincadeira.

5 meses:
- Hoje me deram uma bronca. Minha dona se incomodou porque fiz "pipi" dentro de casa. Mas nunca me haviam ensinado onde deveria fazê-lo. Além do que, durmo no hall de entrada. Não deu para agüentar.

8 meses:
- Sou um cão feliz! Tenho o calor de um lar; sinto-me tão seguro, tão protegido... Acho que a minha família humana me ama e me consente muitas coisas. O pátio é todinho para mim e, às vezes, me excedo, cavando na terra como meus antepassados, os lobos quando escondiam a comida. Nunca me educam. Deve ser correto tudo o que faço.!

12 meses:
- Hoje completo um ano. Sou um cão adulto. Meus donos dizem que cresci mais do que eles esperavam.Que orgulho devem ter de mim!!

13 meses:
- Hoje me acorrentaram e fico quase sem poder movimentar-me até onde tem um raio de sol ou quando quero alguma sombra. Dizem que vão me observar e que sou um ingrato. Não compreendo nada do que está acontecendo.

15 meses:
- Já nada é igual... Moro na varanda. Sinto-me muito só. Minha família já não me quer! Às vezes esquecem que tenho fome e sede. Quando chove, não tenho teto que me abrigue...

16 meses:
- Hoje me desceram da varanda. Estou certo de que minha família me perdoou. Eu fiquei tão contente que pulava com gosto. Meu rabo parecia um ventilador. Além disso, vão levar-me a passear em sua companhia!
 Nos direcionamos para a rodovia e, de repente, pararam o automóvel. Abriram a porta e eu desci feliz, pensando que passaríamos nosso dia no campo. Não compreendo porque fecharam a porta e se foram. "Ouçam, Esperem!" lati... se esqueceram de mim... Corri atrás do carro com todas as minhas forcas. Minha angústia crescia ao perceber que quase perdia o fôlego e eles não paravam. Haviam me esquecido.

17 meses:
- Procurei em vão achar o caminho de volta ao lar. Estou e sinto-me perdido! No meu caminho existem pessoas de bom coração que me olham com tristeza e me dão algum alimento. Eu lhes agradeço com o meu olhar, desde o fundo de minh'alma. Eu gostaria que me adotassem: seria leal como ninguém!
Mas somente dizem: "pobre cãozinho, deve ter se perdido."

18 meses:
- Um dia destes, passei perto de uma escola e vi muitas crianças e jovens como meus "irmãozinhos". Aproximei-me e um grupo deles, rindo, me jogou uma chuva de pedras "para ver quem tinha melhor pontaria". Uma dessas pedras feriu-me o olho e desde então, não enxergo com ele.

19 meses:
- Parece mentira Quando estava mais bonito, tinham compaixão de mim. Já estou muito fraco; meu aspecto mudou. Perdi o meu olho e as pessoas me mostram a vassoura quando pretendo deitar-me numa pequena sombra.

20 meses:
- Quase não posso mover-me! Hoje, ao tentar atravessar a rua por onde passam os carros, um me jogou! Eu estava no lugar seguro chamado "calçada", mas nunca esquecerei o olhar de satisfação do condutor, que
até se vangloriou por acertar-me. Quisera que tivesse matado! Mas só me deslocou as cadeiras! A dor e terrível!
Minhas patas traseiras não me obedecem e com dificuldade arrastei-me até a relva, na beira do caminho..

Faz dez dias que estou embaixo do sol, da chuva, do frio, sem comer. Já não posso mexer-me! A dor é insuportável! Sinto-me muito mal; fiquei num lugar úmido e parece que até o meu pelo esta caindo...

Algumas pessoas passam e nem me vêem; outras dizem: "não chegue perto". Já estou quase inconsciente; mas alguma força estranha me faz abrir os olhos. A doçura de sua voz me fez reagir. "Pobre cãozinho, olha como te deixaram", dizia... junto com ela estava um senhor de avental branco. Começou a tocar-me e disse: "Sinto muito senhora, mas este cão já não tem remédio". É melhor que pare de sofrer".

A gentil dama, com as lágrimas rolando pelo rosto, concordou. Como pude, mexi o rabo e olhei-a, agradecendo-lhe que me ajudasse a descansar. Somente senti a picada da injeção e dormi para sempre, pensando em porque tive que nascer se ninguém me queria...

___________♥♥♥____________

Acho que não preciso dizer mais nada...fica aqui meu repúdio àquelas pessoas que vêem os animais de estimação como "objetos descartáveis".
E os meus parabéns aqueles que amam a natureza e cuidam dos animais.

Ótimo final de semana!

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Vontade de...

...
Beijar na boca....
Beija eu....

"Beija eu!
Beija eu, me beija..
Deixa
O que seja ser...

Então beba e receba
Meu corpo no seu
Corpo eu, no meu corpo
Deixa!
Eu me deixo
Anoiteça e amanheça..."

sábado, 24 de abril de 2010

ACHEI MEU MÉDICO !!!

Dr. Paulo Ubiratan, de Porto Alegre, RS, em entrevista a uma TV local, foi questionado sobre vários conselhos que sempre nos são dados...



Pergunta: Exercícios cardiovasculares prolongam a vida, é verdade?

Resposta: O seu coração foi feito para bater por uma quantidade de vezes e só... não desperdice essas batidas em exercícios. Tudo gasta-se eventualmente. Acelerar seu coração não vai fazer você viver mais: isso é como dizer que você pode prolongar a vida do seu carro dirigindo mais depressa. Quer viver mais? Tire uma soneca !!!



P: Devo cortar a carne vermelha e comer mais frutas e vegetais?

R: Você precisa entender a logística da eficiência... .O que a vaca come? Feno e milho. O que é isso? Vegetal. Então um bife nada mais é do que um mecanismo eficiente de colocar vegetais no seu sistema. Precisa de grãos? Coma frango.



P: Devo reduzir o consumo de álcool?

R: De jeito nenhum. Vinho é feito de fruta. Brandy é um vinho destilado, o que significa que, eles tiram a água da fruta de modo que vc tire maior proveito dela. Cerveja também é feita de grãos. Pode entornar!



P: Quais são as vantagens de um programa regular de exercícios?

R: Minha filosofia é: Se não tem dor...tá bom!



P: Frituras são prejudiciais?

R: VOCÊ NÃO ESTÁ ME ESCUTANDO!!! ... Hoje em dia a comida é frita em óleo vegetal. Na verdade ficam impregnadas de óleo vegetal. Como pode mais vegetal ser prejudicial para você?



P: Flexões ajudam a reduzir a gordura?

R: Absolutamente não! Exercitar um músculo faz apenas com que ele aumente de tamanho.



P: Chocolate faz mal?

R: Tá maluco? !!!! Cacau!!!! Outro vegetal!! É uma comida boa e ainda te faz ficar feliz !!!

E lembre-se: A vida não deve ser uma viagem para o túmulo, com a intenção de chegar lá são e salvo, com um corpo atraente e bem preservado. Melhor enfiar o pé na jaca - Cerveja em uma mão - tira gosto na outra - muito sexo e um corpo completamente gasto, totalmente usado, gritando: VALEU !!! QUE VIAGEM!!!



P S.: SE CAMINHAR FOSSE SAUDÁVEL O CARTEIRO SERIA IMORTAL...!

COELHO CORRE, PULA E VIVE 15 ANOS, TARTARUGA NÃO CORRE, NÃO FAZ NADA E
VIVE 450 ANOS !!!!

"Se você não encontrar sua metade da laranja, não desanime, procure sua metade do limão, adicione açúcar, pinga e gelo e seja feliz!"

Ótimo final de semana! :)

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Ela

Há tempos ela o observava...
Ele era loiro, cabelos curtos, olhos azuis...lindo...
...tinha uns 20 e poucos anos, era um ou dois anos mais novo que ela...
Mas isso não importava...
Ela gostava de admirá-lo de longe...
E imaginar como seria tê-lo perto, bem perto...
Encostar seus lábios nos dele...sentir um arrepio na pele....o coração acelerar...
Ah, ela esperava muito por isso...
Queria se sentir viva...acreditar que o amor ainda é possível...
Ela, que sempre dizia não acreditar mais no amor...
Mas que desejava intensamente que a vida lhe mostrasse que estava errada...

Ela, que pensou que ao estar sozinha, seria livre e se contentaria com relacionamentos 'superficiais', de uma noite...
Ela, que descobriu que isso não é suficiente...que um certo vazio interior só aumenta...

Ela, que depois de tudo isso deixou o coração guardado em um canto qualquer...
E agora...será que ele (o coração) volta a se apaixonar?
Será?!!!

Será que os devaneios descritos no início (deste conto) vão se tornar realidade?

Ela, depois de tudo que já viveu, fica tranquila, não se precipita...
Apenas deseja, espera...
...e sorri...quando encontra um certo loiro de olhos azuis...


sábado, 17 de abril de 2010

BONS AMIGOS.

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

By Machado de Assis.

***♥♥***
A todos os meus amigos da blogosfera....agradeço pelo carinho....e informo que....
Estou de volta! :)
Ótimo final de semana!

terça-feira, 30 de março de 2010

Gentileza gera gentileza?!!

Olha aqui, é...Não é por nada, não...Mas todas as pessoas, sem exceção, são inseguras. É por isso também que o nosso mundo é meio neurótico, louco e agitado por natureza.

 E tem pessoas que acreditam que estudando mais, trabalhando ou ganhando mais, resolveriam seu problema de insegurança. no entanto, isso não é assim e não é verdade, por uma simples razão: segurança não depende só dá gente, mas dos outros também.

Assim, a gente sempre será um ninguém se uma outra pessoa não nos considerar alguém. E isso pode acontecer através de um afago, de um palavra  de carinho, de um gesto, de uma declaração, um sorriso, ou simplesmente de um olhar.

O ruim é que quase sempre estamos preocupados com a própria insegurança, que não tiramos tempo pra validar a segurança dos outros. É por isso também que, por exemplo, na política, todos querem dominar os outros em busca do poder pra se sentir seguro.

Então, se quisermos tornar o nosso mundo menos inseguro e melhor, seria bom nos acostumarmos a elogiar, a dar um sorriso, desejar saúde e felicidades, cumprimentar com parabéns, reconhecer méritos e qualidades, bater palmas, beijar ou simplesmente levantar o dedão polegar para cima, e em forma de uma positiva comunicação transmitir um "valeu, cara!"
Ah!...outra coisinha...Nunca devemos deixar também de agradecer qualquer ato ou fato relativo à gente.


By Horácio Braun.


***♥♥***
Meu povo lindo....agradeço as visitas e os comentários e olha, não vou 'largar' esse blog não....rsrs...Mas quero dizer que minhas visitas nos blogs de vocês não será mais tão frequente....estou muito ocupada (vida pessoal/profissional), mas feliz....então, espero que entendam...e podem ter certeza, leio cada comentário, cada e-mail com muito carinho.....meus 48 seguidores são lindosss, adoro!!!

domingo, 28 de março de 2010

Remédio!

esse remédio eu conheço, é aspirina,
isso só faz com que a cabeça descanse em paz,
enquanto a confusão contamina.

Esse remédio jamais vai curar,
esse remédio azul anfetamina,
isso só faz do beijo o amor, e do amor a pastilha,
que eu ponho na boca e termina.

É como verso popular,
chega nas nuvens, desmancha no ar,
e sempre volta pro lugar,
esse remédio jamais vai curar.

Esse remédio eu conheço é gasolina,
isso queima quem brinca com fogo, quem corre, quem fica,
e quem quer mais calor na retina.

É como verso popular,
chega nas nuvens, desmancha no ar,
e sempre volta pro lugar.

By Acústicos e Valvulados.

***♥♥♥***
Tenho sentido vontade de escrever um pouco do que sinto e vivo, porém sei que tem algumas pessoas que passam por aqui e não vão entender...estou pensando na possibilidade de tornar esse blog privado....ou continuar postando coisas impessoais e de outros autores...
Tenho pensado sobre isso....não gosto de só postar textos de terceiros, isso me incomoda......logo me decido.
Ótima semana!

sexta-feira, 26 de março de 2010

Viver...

"Viver! Beber o vento e o sol! Erguer
Ao céu o coração a palpitar! (...)

Asas sempre perdidas a pairar!
Mais alto até estrelas desprender!
A glória! A fama! Orgulho de criar!

Da vida tenho o mel e tenho os travos.
No lago dos meus olhos de violetas
Nos meus beijos estáticos, pagãos!"


* Florbela Espanca (1894 - 1930), poetisa portuguesa, em Exaltação, do livro Poesia de Florbela Espanca.*

quarta-feira, 24 de março de 2010

Porque vivemos tanto....

No primeiro dia, Deus criou a vaca e disse:
"Você deve, diariamente, ir ao campo com o fazendeiro, ficar Sob o sol, ter bezerros e dar leite para alimentar fazendeiro.
Eu lhe dou 60 anos de vida"
A vaca respondeu:
"É uma vida muito sacrificada para mim durante 60 anos.
Eu aceito 20 e devolvo os outros 40."
E Deus aceitou.

No segundo dia, Deus criou o cachorro e disse:
"Fique sentado todos os dias sob o sol,
Na frente da casa e lata para qualquer um que passar.
Eu lhe dou uma vida de 20 anos."
O cachorro disse:
"É uma vida muito longa para ficar latindo.
Dê-me 10 anos e eu devolvo os outros 10."
E Deus aceitou.

No terceiro dia, Deus criou o macaco e disse: "Divirta as pessoas, faça-as rir. Eu lhe concedo 20 anos."

O macaco disse:
"Fazer macaquice por 20 anos é muito chato. Para o cachorro o Sr. Concedeu 10 anos. Faça o mesmo comigo.."
E Deus concordou.

No quarto dia, Deus criou o homem e disse:
"Coma, durma, brinque, faça sexo e não se preocupe com nada.
E lhe concedo 20 anos.

O homem respondeu:
"O quê? Só 20 anos? Que miséria.
Veja, eu pego os meus 20, os 40 que a vaca devolveu, Os 10 do macaco e os 10 do cachorro.
Isso faz 80 anos.
Está bem" -Deus respondeu. "Negócio fechado".

É Por isso que durante os 20 primeiros anos de nossa vida nós comemos, dormimos, brincamos, fazemos sexo ...
E não fazemos mais nada.

Nos 40 anos seguintes nós trabalhamos como uma vaca sob o sol para manter a família.
Nos outros 10 anos fazemos macaquices para distrair os netos.
E nos últimos dez anos ficamos sentados na frente da casa cuidando de todo mundo...


Bem, agora vamos ao trabalho porque já passamos dos 20... rsrsrs


Recebido por e-mail.

segunda-feira, 22 de março de 2010

O Motel...


Mirtes não se aguentou e contou para a Lurdes:
- Viram o teu marido entrando num motel.
A Lurdes abriu a boca e arregalou os olhos. Ficou assim, uma estátua de espanto, durante um minuto, um minuto e meio. Depois pediu detalhes.
- Quando? Onde? Com quem?
- Ontem. No Discretíssimu’s.
- Com quem? Com quem?
- Isso eu não sei.
- Mas como? Era alta? Magra? Loira? Puxava de uma perna?
- Não sei, Lu.
- O Carlos Alberto me paga. Ah, me paga!

Quando o Carlos Alberto chegou em casa a Lurdes anunciou que iria deixá-lo. E contou por quê.
- Mas que historia é essa, Lurdes? Você sabe quem era a mulher que estava comigo no motel. Era você!
- Pois é. Maldita hora em que eu aceitei ir. Discretíssimu’s??? Toda a cidade ficou sabendo. Ainda bem que não me identificaram.
- Pois então?
- Pois então que eu tenho que deixar você. Não vê? É o que todas as minhas amigas esperam que eu faça. Não sou mulher de ser enganada pelo marido e não reagir.
- Mas você não foi enganada. Quem estava comigo era você!
- Mas elas não sabem disso!
- Eu não acredito, Lurdes! Você vai desmanchar nosso casamento por isso? Por uma convenção?
- Vou!

Mais tarde, quando a Lurdes estava saindo de casa, com as malas, o Carlos Alberto a interceptou. Estava sombrio.
- Acabo de receber um telefonema – disse. – Era o Dico.
- O que ele queria?
- Fez mil rodeios, mas acabou me contando. Disse que, como meu amigo, tinha que contar.
- O quê?
- Você foi vista saindo do motel Discretíssimu’s ontem, com um homem.
- O homem era você!
- Eu sei, mas eu não fui identificado.
- Você não disse que era você?
- O que? Para que os meus amigos pensem que eu vou a motel com a minha própria mulher?
- E então?
- Desculpe, Lurdes, mas…
- O quê?
- Vou ter que te dar um tiro…


De Luis Fernando Veríssimo.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Quando a tua vontade é crescer

Tudo está disponível quando a tua vontade é crescer.
Tudo a tua volta, desde a pequena flor, até o imenso carvalho estão a tua disposição para compartilhar o crescer, o silêncio, a comunhão com Deus.

Crescer não é poder, é querer.
A vontade de cada um é a única necessidade para estar presente e aprender com a vida.
Dá a ti mesmo a oportunidade para estar em quietude.

Observa uma flor de perto e vê suas cores, sente seu perfume.
Ouve o murmurar das águas, o vento nas folhas, a chuva no rio...
Fecha teus olhos e deixa que o mundo interior te conduza à paz, ao amor.

Se desejares verdadeiramente, não te parecerá difícil.
A paz não pode ser difícil para aqueles que a desejam.

Tem paciência com os dias, com teus humores, com teus vazios...
Tem compreensão para contigo, para com o outro, para com a vida.
Tudo tem seu tempo de desabrochar, de florescer aos olhos de Deus.

Se forças, perdes o momento onde descansa o aprendizado.
Lembra que tens que estar pronto para cada coisa que te chega, ao contrário poderás não vê-la tão presente no teu aprendizado...

Traz a certeza de que tudo que pedires com o teu coração, chegará, mansamente, para ti.
Pois és a luz, o amor que habita a sã presença de Quem te criou!

terça-feira, 16 de março de 2010

Paixão 'selvagem'...

Ele se sentia enlouquecido por ela, pelo gosto da sua pele, urgência de suas mãos. Sob os pálidos respingos do luar que penetrava através do  vidro, o corpo dela parecia sobrenatural e misterioso, mármore branco eroticamente aquecido, quente ao toque e rebrilhando com o saudável suor daquele momento de lascívia. Quando ele enterrou os dentes no pescoço dela, era como estar se alimentando. Sua boca era selvagem, e o corpo dela se precipitava de encontro ao dele. Ela gritou quando os dedos dele a levaram de modo suave para além da beira do abismo.


Por Nora Roberts.

sábado, 13 de março de 2010

Cuspir ou engolir? Eis a questão!

(Você decide! Será que ela engole? Será que ela cospe?)

Estive lendo alguns textos, livros...sobre relacionamentos, sobre discussões....
Sabe quando alguém te fala algo sobre sua personalidade ou alguma atitude sua? Ou quando você fica sabendo isso através de 'outrem'?
Então, nos textos que lí e que ilustravam acontecimentos assim, os personagens falavam: "ah, não vamos falar sobre isso, não quero discutir."
Aí comecei a pensar na minha vida e percebi que eu não consigo ser assim.....evitar uma discussão....
Se alguma coisa me incomoda, não consigo ficar tranquila enquanto não conversar e resolver...fica um nó na garganta, parece que tem algo "entalado"....rsrs....uma sensação muito ruim....
Sei que cada pessoa é diferente e por isso é impossível viver em harmonia com todos sempre....Mas é mediocridade guardar mágoas, coisas pequenas...a vida é bem mais que isso. Claro que há casos em que é dificil entender, perdoar e tal...Mas é sempre interessante fazer um "exercício de alteridade" ou seja; se colocar no lugar do outro, ver a questão sobre outro prisma...
Enfim, sempre acho que o mais sensato a se fazer nessas horas é conversar, respeitar o outro e suas idéias, mesmo que sejam o oposto das suas...Explicar seu modo de agir e entender o outro...Tentar um acordo que seja agradável para ambas as partes. É possível sim!
(Só love!)

Por isso o título provocativo...e a minha resposta é só engulo se for bem 'mastigadinho'! (ou líquido, mas aí é outra história....rsrs.)
E você, engole ou cospe? Por quê?

Link-Me


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails