sexta-feira, 26 de junho de 2009

Homenagem póstuma à Michael Jackson

We Are The World (tradução)
Usa For Africa
Composição: Michael Jackson & Lionel Ritchie

Nós Somos o Mundo.

Chega um momento, quando ouvimos uma certa chamada
Quando o mundo tem que vir junto como um só
Há pessoas morrendo
E está na hora de dar uma mão a vida
O maior presente de todos

Nós não podemos continuar fingindo todos os dias
Que alguém, em algum lugar irá mudar
Todos nós somos parte da grande família de Deus
É a verdade
Você sabe que o amor é tudo que nós precisamos

Nós somos o mundo, nós somos as crianças
Nós que fazemos um dia mais brilhante
Assim comecemos nos dedicando
Há uma escolha que nós estamos fazendo
Nós estamos salvando nossas próprias vidas
É verdade que nós faremos um dia melhor, só você e eu

Lhes envie seu coração assim eles saberão que alguém se preocupa
E as vidas deles serão mais fortes e independentes
Como Deus nos mostrou transformando pedras em pão
E por isso todos nós temos que dar uma mão amiga

Quando você está acabado, e não aparece nenhuma esperança
Mas se você acredita que não há nenhum modo que nos faça cair
Nos deixa perceber que uma mudança só pode vir
Quando nós nos levantamos junto como um só

=> Não conheço muitas bem as músicas dele, mas esta, desde a primeira vez que ouvi e lí a tradução, amei demais...
O dinheiro arrecadado com esta música, foi usado para combater a fome na África.

Ótimo final de semana a todos.
Beijinhos.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Minhas palavras e pretextos...


Palavras...
Elas definem verbos, pretextos, sentimentos...
Mascaram verdades, contam mentiras...
Insinuam desejos....

Palavras...
Selam acordos...
Pactos...
Vontades unânimes...

Palavras...
Separam pessoas...
Destroem sonhos...

Palavras...
Inundam minha mente...
Me fazem acordar...
Me levam à devaneios...
Atordoam meus sentidos...

Então...
Eu me calo...
Paro.....
E penso...

Procuro formas de colocá-las para fora...
Transformá-las em textos, relatos, contos, poemas...
Assim nasceu este blog...

E é isso que tenho feito...
Esvaziado minha mente...
Dividido os meus pensamentos
com vocês...

By Katy.
Beijinhos.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Sexo verbal




Eu Sei.

Sexo verbal
Não faz meu estilo
Palavras são erros
E os erros são seus...

Não quero lembrar
Que eu erro também
Um dia pretendo
Tentar descobrir
Porque é mais forte
Quem sabe mentir
Não quero lembrar
Que eu minto também...

Eu sei! Eu sei!...

Feche a porta do seu quarto
Porque se toca o telefone
Pode ser alguém
Com quem você quer falar
Por horas e horas e horas...

A noite acabou
Talvez tenhamos
Que fugir sem você
Mas não, não vá agora
Quero honras e promessas
Lembranças e histórias...

Somos pássaro novo
Longe do ninho
Eu sei! Eu sei!...


By Legião Urbana.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Continho onírico

Continho onírico.




Súbito, acordei numa sala pintada de branco. Apesar da luz forte em meus olhos, percebi que estava sobre uma mesa cirúrgica. Braços e pernas amarrados, mal contive o grito ao ver as enfermeiras que me cercavam. Três de minhas ex-esposas, a quem devo, há séculos, a pensão alimentícia.

– Não vamos te operar – disseram. – Vamos é te castrar!

Tentei gritar, implorar, mas a voz estava enjaulada. Começaram a me cortar sem anestesia, às gargalhadas.

Súbito, acordei num outro ambiente, um local escuro, meio abafado. Tudo não passou de um pesadelo. Mas aquele não era meu quarto. Não era minha cama. Eu estava numa poltrona estofada, confortável, e segurava no colo um pacote cheio de pipocas cheirosas. Alguém projetou uma luz lá na frente.

Ah, eu estava numa sala de cinema, e era o único espectador. Qual o filme? Algo confuso, com muita música e pouca ação. Atores desconhecidos. De repente, o Seu Lourenço apareceu na tela vestido de oficial nazista. Trazia consigo uma metralhadora portátil. Mas o que o Seu Lourenço, figura pacata da minha infância, queria com aquelas roupas e aquela arma? Quando me viu na plateia, saltou do filme, furioso, e começou a atirar em mim.

– Você nunca mais vai roubar as minhas maçãs – gritava. – Nunca mais!

Súbito, acordei numa cama de casal, ao lado de uma mulher de cabelos negros. Nua? Levantei o cobertor. Sim, nua. Mas quem era? A Dóris? A Rúbia? A Carla? Meu Deus, é a Otacília! Peraí, peraí. Pelo que sei, a Otacília é casada com um oficial da PM. Escandaloso, ele. E ciumento. E este é o quarto do casal, vejo o retrato dele ali ao lado. Isso não parece exatamente um sonho.

– Meu Deus! – diz a Otacília, acordando. – Você aqui? Ainda?
– Acho que dormimos demais.
– Meu marido! Ele sempre chega antes das nove.
Um relógio se materializa diante do meu nariz: 9h 10min.
– Pro armário! – grita Otacília.

Mas é tarde. No lugar do relógio surge o cano de uma 44. O que vi antes não foi o retrato do marido. Ele já estava ali, quietinho, só esperando a gente acordar.

– Eu não queria que terminasse assim – diz, engatilhando a arma. – Mas não tenho escolha. Acho que você me entende, né?
Ele vai atirar. Meu Deus, ele vai atirar. Bangue! E não é que atirou mesmo?

Súbito, acordei numa sala pintada de branco.


By Maicon Tefen.
Jornal de Santa Catarina


Sempre leio a coluna do Maicon Tenfen, ele é um dos críticos mais críticos aqui da região. Tem uma excelente visão sobre todos os assuntos. É inteligente, sagaz e escreve muito bem. Tem muita criatividade. Enfim, é tudo de bom!!!

sábado, 20 de junho de 2009

Desejo que desejes...

Desejo que desejes...


Eu desejo que desejes ser feliz de um modo possível e rápido, desejo que desejes uma via expressa rumo a realizações não utópicas, mas viáveis, que desejes coisas simples como um suco gelado depois de correr ou um abraço ao chegar em casa, desejo que desejes com discernimento e com alvos bem mirados.

Mas desejo também que desejes com audácia, que desejes uns sonhos descabidos e que ao sabê-los impossíveis não os leve em grande consideração, mas os mantenha acesos, livres de frustração, desejes com fantasia e atrevimento, estando alerta para as casualidades e os milagres, para o imponderável da vida, onde os desejos secretos são atendidos.

Desejo que desejes trabalhar melhor, que desejes amar com menos amarras, que desejes parar de fumar, que desejes viajar para bem longe e desejes voltar para teu canto, desejo que desejes crescer e que desejes o choro e o silêncio, através deles somos puxados pra dentro, eu desejo que desejes ter a coragem de se enxergar mais nitidamente.

Mas desejo também que desejes uma alegria incontida, que desejes mais amigos, e nem precisam ser melhores amigos, basta que sejam bons parceiros de esporte e de mesas de bar, que desejes o bar tanto quanto a igreja, mas que o desejo pelo encontro seja sincero, que desejes escutar as histórias dos outros, que desejes acreditar nelas e desacreditar também, faz parte este ir-e-vir de certezas e incertezas, que desejes não ter tantos desejos concretos, que o desejo maior seja a convivência pacífica com outros que desejam outras coisas.

Desejo que desejes alguma mudança, uma mudança que seja necessária e que ela não te pese na alma, mudanças são temidas, mas não há outro combustível para essa travessia. Desejo que desejes um ano inteiro de muitos meses bem fechados, que nada fique por fazer, e desejo, principalmente, que desejes desejar, que te permitas desejar, pois o desejo é vigoroso e gratuito, o desejo é inocente, não reprima teus pedidos ocultos, desejo que desejes vitórias, romances, diagnósticos favoráveis, mais dinheiro e sentimentos vários, mas desejo, antes de tudo, que desejes, simplesmente.
By Martha Medeiros.

Eu desejo à você, muitos desejos...desejos grandes e pequenos...Que estes te movam e te mostrem o teu caminho!!!
Beijinhos cheios de desejo....(em todos os sentidos...).

sexta-feira, 19 de junho de 2009

ESPERO

TPM + dor de cotovelo + cansaço = músiquinha "brega" e muito linda!






Espero.

Espero... Não sei se tenho tempo.
Espero ... poder estar atento.
Pra lhe ouvir falar as coisas que eu não entendo !
Por que você me olha desse jeito

Como se você quisesse alguma coisa...

Alguma coisa que eu tenho ou não

Alguma coisa que eu......

Tenho, que encontrar o meu caminho
Pra que eu possa compreender

Sozinho as coisas que...eu não entendo!

Por que o amor é passageiro
De viagens sem destino

Como filmes sem roteiro
Eu... Seria bem melhor assim

Se tivesse você junto a mim
Talvez procurasse entender

As coisas que ...Eu não entendo!

Por que o amor é passageiro.
De viagens sem destino

Como filmes sem roteiro ...Eu espero

...não sei se tenho tempo não

Espero ...poder estar atento

Pra lhe ouvir falar de coisas que...Eu não entendo!

By Reação em Cadeia.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Soneto de Fidelidade


De tudo, ao meu amor serei atento.
Antes e com tal zelo, que sempre e tanto.
Que mesmo em face do maior encanto.
Dele, se encante mais o meu pensamento.


Quero vivê-lo em cada vão momento.
E em seu louvor ei de espalhar meu canto.
E rir meu riso e derramar meu pranto.
Ao seu pesar, ou seu contetamento.


E assim, quando mais tarde me procure.
Quem sabe a morte, angústia de quem vive.
Quem sabe a solidão, fim de quem ama.


Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama.
Mas que seja infinito enquanto dure.

By Vinícius de Moraes.
----------------------------------oooooooooo----------------------------------
Poema que eu decorei faz muito tempo....acho muito lindo.....E o final é maravilhoso, que nossas relações sejam intensas e infinitas...........enquanto durem!!!
Beijinhos.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Sabe, já faz tempo que eu queria te falar....


Versos Simples.
Chimarruts

Sabe, já faz tempo.
Que eu queria te falar.
Das coisas que trago no peito.
Saudade, já não sei se é.
A palavra certa para usar.
Ainda lembro do seu jeito.
Não te trago ouro.
Porque ele não entra no céu.
E nenhuma riqueza deste mundo.
Não te trago flores.
Porque elas secam e caem ao chão.
Te trago os meus versos simples.
Mas que fiz de coração.
Composição: Cassiane Silva / Richardson Maia.
A banda Chimarruts é uma banda de Reggae aqui do sul do Brasil.
Tem músicas maravilhosas, com letras muito lindas!
Ótima semana!
Beijinhos.

domingo, 14 de junho de 2009

O meu leãozinho!






O Leãozinho.

Gosto muito de te ver, leãozinho.
Caminhando sob o sol.
Gosto muito de você, leãozinho...
Para desentristecer, leãozinho
O meu coração tão só.
Basta eu encontrar você no caminho
Um filhote de leão raio da manhã;
Arrastando o meu olhar como um ímã...
O meu coração é o sol, pai de toda cor;
Quando ele lhe doura a pele ao léu,
Gosto de te ver ao sol, leãozinho.
De te ver entrar no mar.
Tua pele, tua luz, tua juba.
Gosto de ficar ao sol, leãozinho.
De molhar minha juba.
De estar perto de você e entrar no mar.
By Caetano Veloso.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

"Deu probrema na combii"

KKK....rsrs....Desculpa o título aí, gente!
Estou sem postar, sem visitar os seus queridos blogs, por uma única razão: meu pc tá dodói....foi pra assistência técnica...
Neste exato momento estou na Lan House, e vim aqui só pra dizer a vocês que até final de semana eu retorno, com novidades....
Vou escrever num caderninho depois passo pra cá....rsrs..Acho que estou viciada nisso...meu computador faz uma falta enorme! E como no meu trabalho não tem Net, fica ainda mais difícil!

Então, pessoal, não fiquem morrendo de saudade, que logo eu volto, prometo!!!
Beijinhos.

terça-feira, 2 de junho de 2009

Porque as pessoas entram em nossas vidas...


Razão, Estação ou Vida Inteira...

Pessoas entram na sua vida por uma "Razão", uma "Estação" ou por uma "Vida Inteira".
Quando você percebe qual deles é,você vai saber o que fazer por esta pessoa.

Quando alguém está em sua vida por uma "Razão"... é, geralmente, para suprir uma necessidade que você demonstrou. Elas vêm para auxiliá-lo numa dificuldade,te fornecer orientação e apoio, ajudá-lo física,emocional ou espiritualmente. Elas poderão parecer como uma dádiva de Deus, e são! Elas estão lá pela razão que você precisa que eles estejam lá.
Então, sem nenhuma atitude errada de sua parte, ou em uma hora inconveniente, esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa relação a um fim. Ás vezes, essas pessoas morrem. Ás vezes, eles simplesmente se vão. Ás vezes, eles agem e te forçam a tomar uma posição. O que você deve entender é que suas necessidades foram atendidas, nossos desejos preenchidos e o trabalho delas, feito. As suas orações foram atendidas. E agora é tempo de ir.

Quando pessoas entram em nossas vidas por uma "Estação", é porque chegou sua vez de dividir, crescer e aprender. Elas trazem para você a experiência da paz, ou fazem você rir. Elas poderão ensiná-lo algo que você nunca fez. Elas, geralmente, te dão uma quantidade enorme de prazer...
Acredite! É real! Mas somente por uma "Estação".

Relacionamentos de uma "Vida Inteira"te ensinam lições para a vida inteira: coisas que você deve construir para ter uma formação emocional sólida. Sua tarefa é aceitar a lição, amar a pessoa,e colocar o que você aprendeu em uso em todos os outros relacionamentos e áreas de sua vida. É dito que o amor é cego,mas a amizade é clarividente.


Boa noite! Ótima semana!!!
E um beijnho na bochecha! ;)

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Confissões de uma garota de 20 e poucos anos....

Quando te vejo, caranguejo...
sinto um desejo.....
de te afogar...
Mas caranguejo sabe nadar!?!

Procuro assustada,
estou desesperada...
sem saber o que encontrar...

Muitos quilos engordei
E só agora eu sei...
Emagrecer virou lei!

Ser magra, linda e elegante.
Usar 36 a todo instante.
E ainda não parecer "enjoada"
Quando sair para jantar.
Me desculpem, mas só um alface vou aceitar...

Me desculpem eu que digo.
Não corro este perigo.
Gosto mesmo é de comer
e de apreciar as coisas boas da vida.
Namorar de vez em quando.
Rir sempre!
Ser feliz, se amar e amar aos outros....(alguns apenas)
Fazer compras, muitas compras, sem se importar em gastar!
Ter amigos; poucos mais verdadeiros
E uma família acolhedora
também uma boa lavadora!

Senhoras e senhores.
Desculpa, mil perdões!!!
Não tenho um corpo perfeito.
Não sou a mais inteligente
Nem a esposa ideal.
Não sou a professora mais especial.
E nem mesmo a amiga mais fiel.

Quase sempre me amo, mas tem vezes que me odeio...
Às vezes sinto que gostaria de ser melhor, aí penso: quem se interessa (importa)???

Esta sou eu: vivo o agora porque o amanhã é incerto demais para os planos e o futuro tem costume de cair em meio ao vão.....já dizia o poeta!
Poeminha de uns tempos atrás em que eu "andava" revoltada com os padrões da sociedade e tudo que esta cobra de nós, simples mortais!....rsrs.....
Ótima semana!
Beijinhos.

Link-Me


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails